A fotografia é a nossa paixão. A família é a nossa razão de seguir, é a nossa motivação pra cada dia. Juntando esses dois ingredientes temos aquilo que tem nos encantado nesses últimos meses: a fotografia de família! Temos experiência em fotografia de casamento, gestante, festas infantis, bebês e crianças. Moramos em João Pessoa mas adoramos viajar e topamos ir pra onde você nos chamar! Navegue um pouquinho pelo nosso site e conheça um pouco do nosso trabalho! =]

Blog

Uma imagem pode valer mais que mil palavras mas as palavras também valem muito!!! ^^


Loading

Menos fotos mais cuidados!

Hoje a gente mal para pra pensar nisso mas até bem pouco tempo atrás a fotografia não era tão presente nas nossas vidas. Tirar uma foto exigia um certo planejamento. O cara tinha que já sair de casa com a ideia de fotografar, com a câmera e com o filme específico pra aquilo. O filme tinha que ter o ISO (ou ASA) adequado para a situação de luz do ambiente. E não tinha filme de sobra não! Você tinha 12, 24 ou 36 poses pra fazer o seu registro. Hoje a maior parte de nós tem na pior das hipóteses o celular no bolso SEMPRE. A qualquer momento. O sensor que fotografa na luz em abundância fotografa também na penumbra; não é necessário mudar o filme de acordo com a luz como antes. E o número de poses? Em vez de 12, 24 ou 36 poses cada vez que saio pra fotografar tenho mais de mil ‘poses’ disponíveis no cartão de memória. Muitos de nós nem vivemos a era do analógico na fotografia e fica até difícil mensurar o quanto toda essa facilidade é incrível!

Mas se por um lado tanta facilidade assim fez com que a fotografia se popularizasse nas nossas vidas por outro lado acabou trazendo também uma diminuição do valor da fotografia. De sua importância. Se antes você tinha poucas fotos você acabava valorizando mais essas fotos. Hoje tiramos tanta foto que sequer paramos pra rever nossas fotos!!! E qual o valor de uma foto se a gente não vai rever? Para pra pensar: você tá perdendo seu tempo tirando um monte de fotos se você não vai rever nunca mais! Melhor guardar a câmera e ir aproveitar o momento. Em vez de ter 1.000 fotos de uma festa que você não vai rever nunca não é melhor ter 50 que você vai ver, rever, lembrar, imprimir, guardar com carinho? Tirar muitas fotos não é ruim. É uma facilidade que o digital nos dá. Mas não tenha pena de apagar foto! Guarde só o essencial. O que conta a história e o que te toca. Em vez de focar em ter muitas fotos foque em ter o suficiente pra você recordar e que essas fotos estejam bem guardadas, organizadas e com um backup seguro. Até porque fotografia não é quantidade. Fotografia é momento! A foto que ilustra esse post foi tirada com uma câmera analógica, por minha mãe. Essa versão do post foi digitalizada a partir da foto impressa. Por mais que eu tenha outras fotos com meu avô Áureo (apesar de não serem muitas) essa é A foto que me lembro quando penso no meu avô. Só de olhar essa foto lembro imediatamente da casa dele, do cheiro do meu avô, do timbre de sua voz, do seu sorriso e das muitas histórias que ele gostava de contar. Queria ter convivido mais com ele. Ah, se pudéssemos voltar no tempo! Não sei quantas poses do filme foram usadas nesse dia. Que eu me recorde só tenho essa foto deste dia. Mas essa foto, essa única foto, é a maior lembrança que tenho do meu avô Áureo. Talvez se eu tivesse 500 fotos desse dia essa foto estivesse perdida lá no meio e eu nunca a tivesse revisto. E que bom que eu tenho essa foto!

Saudade, vô Áureo.

Vovo
flavio.correialima

About flavio.correialima

Desenvolvedor Web por formação e Analista de Tecnologia da Informação por ocupação encontrou no cinema e na fotografia uma nova forma de ver o mundo. E agora não quer mais ver o mundo de outra forma!

  •  
  • Twitter
  • Facebook